Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/08/21 às 12h03 - Atualizado em 18/08/21 às 13h36

Escola de Governo oferta cursos de Libras

COMPARTILHAR

As inscrições estão abertas para as turmas do módulo básico I e do módulo básico II, ambas com carga horária de 60 horas

 

A Escola de Governo do Distrito Federal (Egov), visando a garantir o acesso às políticas públicas, por meio da prestação de serviços públicos de qualidade, oferta cursos de Língua Brasileira de Sinais (Libras), para servidores e empregados públicos da Administração Direta e Indireta e militares do GDF.

 

A Lei no 10.436 entrou em vigor em 2002 e reconheceu a Libras como meio legal de comunicação e de expressão dos surdos, obrigando, assim, o poder público a institucionalizar formas de apoio ao uso e à difusão da Língua de Sinais

 

As inscrições estão abertas para as turmas do módulo básico I e do módulo básico II, ambas com carga horária de 60 horas. Os cursos têm o objetivo de operacionalizar o uso da Língua de Sinais no atendimento ao cidadão Surdo e deficiente auditivo.

 

A Lei no 10.436 entrou em vigor em 2002 e reconheceu a Libras como meio legal de comunicação e de expressão dos surdos, obrigando, assim, o poder público a institucionalizar formas de apoio ao uso e à difusão da Língua de Sinais.

 

De acordo com a diretora-executiva da Egov, Juliana Tolentino, fomentar a capacitação de Libras visa à consolidação de políticas públicas inclusivas.

 

“O uso da Libras é obrigatório em alguns serviços públicos, por isso, estamos ofertando essas capacitações que garantem melhor atuação da Administração Pública no atendimento aos cidadãos”, destacou a diretora-executiva.

 

A servidora da Subsecretaria de Enfrentamento às Drogas (Subed) da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) Cleyla de Oliveira participou como cursista da turma anterior e afirma que a experiência superou as suas expectativas.

 

“O curso possibilita a inclusão dos Surdos, pois permite a interação deles com ouvintes. A realização dessa capacitação pela Egov foi um marco para o GDF, que tem como missão o atendimento ao público, seja para o atendimento interno entre servidores ou seja para o público externo, que carece imensamente de inclusão social”.

 

A servidora da Sejus ainda destaca que o curso vai além da promoção social, pois, segundo ela, propicia também a dignidade da pessoa humana.

 

“A Egov, após a conclusão do primeiro módulo, atendeu prontamente ao anseio dos cursistas que pediram a continuidade do curso e foram atendidos. Só tenho a agradecer e parabenizar pela oportunidade, pois a Libras tem sido, a cada dia, essencial para uma sociedade melhor”, acrescentou Cleyla.

 

A instituição da lei deu maior visibilidade para a comunidade Surda no Brasil, que conta com uma população de mais de 10 milhões de pessoas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Para saber mais informações sobre os cursos, acesse o link.

 

 Serviço

 

Curso: Língua Brasileira de Sinais (Libras) – Módulo básico I

Início das aulas: 2 de setembro

Período: terças e quintas-feiras, das 8h às 11h

Modalidade: presencial

Carga horária: 60 horas

Inscrições: até 25 de agosto, no site da Egov

 

Curso: Língua Brasileira de Sinais (Libras) – Módulo básico II

Início das aulas: 1o de setembro

Período: segundas e quartas-feiras, das 8h às 11h

Modalidade: presencial

Carga horária: 60 horas

Inscrições: até 25 de agosto, no site da Egov

 

 

* Com informações da Egov